Mensagens

A mostrar mensagens de Março, 2010
Cabelo ruivo desgrenhado, sardas no nariz, sempre jeans e t-shirt, sempre tudo desalinhado e desajeitado. Assim era ela! Gel bem aplicado nos caracóis negros, dando-lhes sempre um aspecto molhado, olhos verdes e brilhantes dentes brancos, usava sempre camisa e sapatos de vários tipos, mas nunca sapatilhas. Assim era ele! cruzavam-se todos os dias na redacção do jornal, onde ambos trabalhavam. Ao invés do que seria de esperar, ela nunca tinha reparado nele, contrariamente a todas as mulheres. Já ele, achava-lhe imensa graça. O seu ar pouco cuidado destacava-a das outras mulheres, que apenas se preocupavam em estar bem e apresentáveis. Ouvira-a várias vezes responder a colegas desta forma «Eu valho pelo que sou e não pelo que visto! Não me preocupo com isso!». As colegas ficavam boquiabertas pois, perante o seu modo de vida, aquela mulher era quase uma aberração. Essa diferença prendeu várias vezes a atenção dele. Num daqueles dias em que a edição não está pronta e precisa de sair para…
Sussurros simples, suspirados ao ouvido
Musicados por pequenas fragrâncias doces
Que num abraço apertado
Se transformaram em pura beleza!

Foi o sol que reinou em ti,
Foi a vida que brilhou em mim,
Foi o reflexo de uma certeza
Que acabou por se eclipsar na brisa!