Mensagens

A mostrar mensagens de Abril, 2011

It's about LIFE!

Imagem
Se vives num mundo que não é teu, sujeito a forças que nem sentes, regido por leis que não conheces e se chegas a sentir que nem o teu corpo te pertence, pois bem, não estás no caminho certo. Fomos TODOS postos no mundo para ser felizes! Não quer dizer que o caminho seja curto e sem obstáculos, não o é. E se algum dia pressentires que o está a ser, fica atento, alguma armadilha te espera. Um dia, era eu ainda pequena, disseram-me que ninguém nos facilita as coisas e, na grande maioria das vezes, acontece o oposto do que estamos à espera, ou seja, somos surpreendidos pelo inesperado. Eu, na minha inocência e no meu pavor da morte, estava sempre à espera que me entrasse em casa um ladrão de arma em punho, pronto a pôr termo à minha vida pois, segundo aquela teoria, a probabilidade de isto acontecer diminuía visto que eu estava à espera que acontecesse. Ainda estou viva e, que eu saiba, não entrou nenhum ladrão em minha casa, no entanto, já duvido que aquele pensamento influenciasse alguma …

'Menina Bonita Não Paga Mas Também Não Come'

Imagem
Esse dia, que outrora fora trevas, é agora uma noite iluminada de Agosto. Nessa avenida, onde tudo ganha outra vida, outro vigor, outra força, nesse permanente circular de turistas que teimam em usar calções beges e mochilas às costas, os mesmo por entre os quais te misturas e quase te confundes pois esses olhos azuis perdidos entre os caracóis louros, que te escorregam sobre a testa, conferem-te um ar nórdico, herdado do teu pai que sempre foi um homem bonito e robusto; é nessa avenida que tudo acontece. Tu piscas o olho a morenas de saltos altos, tu danças ao som do samba com idosas gaiteiras, tu treinas o teu inglês com ruivas desajeitadas, tu espalhas charme, tu és o rei! Tudo isto debaixo de candelabros de estrelas que, emaranhadas, tentam ofuscar o mais bonito abajur, essa Lua irrepreensivelmente branca. Mas o teu palco é desmontado sempre que o sol e a lua invertem papéis, sempre que há troca de turnos, sempre que o luar dá lugar ao crepúsculo que, por sua vez, o dá ao majestoso, …