Mensagens

A mostrar mensagens de Novembro, 2011

'que nunca caiam as pontes entre nós'

Imagem
O dia em que o teu olhar não se cruza com o meu, não é dia! AMO-TE

carta #2

Minha querida C.
Cá estou eu de novo e, hoje, mais divagante que nunca... Talvez sejam poucas as coisas que fazem realmente sentido, para nós. Talvez esteja na altura de começar a acreditar que a maior parte das pessoas que me rodeiam são conhecidos. Talvez esteja na altura de dar ouvidos às pessoas que dizem que, durante a vida, os amigos são poucos. Talvez tudo isto conectado me levasse a bom porto. Talvez, talvez... É uma palavra fácil de dizer quando queremos dizer que sim mas achamos que devemos dizer não, ou vice-versa. Não, isto não tem muito a ver contigo, connosco. Dizendo melhor, não é nada direccionado a ti, apesar de bater certinho. Apenas senti necessidade de te fazer algumas confidências, como antigamente, lembras-te? Como era bom... Mesmo que tivesse uma série de dias, chegaram a ser semanas e, uma ou outra vez, meses, mas quando estávamos juntas, desbobinávamos tudo! Era impressionante a forma como confiávamos uma na outra e como o tempo tornava tudo cada vez mais inalte…

Bom Dia Sol de Novembro

Imagem
Os dias ensolarados de inverno instigam-me à reflexão e hoje não foi excepção.  Dei por mim a pensar em como as coisas podiam ter dado certo, o quão correctas podiam ter sido, a estabilidade que podíamos ter conquistado. Não estava escrito, não é?  Numa manhã em que pouco mais houve do que eu, tu, o frio e o sol foi complicado não ficar com uma certa saudade daquilo que nem sequer aconteceu. Sabes que guardo o lado bom daquilo que eu e tu temos, só não consigo deixar de pensar como teria sido. Be happy!

(Des)Arranjos (Des)Combinados

Imagem
Talvez nunca venhamos a ser grandes os suficiente para conhecermos determinadas vicissitudes da vida. Conhecer no real sentido da palavra, entender contratempos, injustiças, factos que não são bons nem maus, valem o que valem, são o que são. No entanto, talvez só sejamos capazes de constatar a nossa pequenez perante gigantescos pormenores, impossíveis de premeditar. O pôr-do-sol é bonito, sempre. É algo que pode durar uma eternidade ou escassos segundos, mas é algo que volta todos os dias, e é a sua efemeridade que o torna tão especial. Mais especial ainda, quando estamos acima das nuvens. Num segundo, o sol raia vigoroso e bem amarelo lá no alto e no segundo seguinte, desceu à Terra para ser engolido pelo mar, laranja avermelhado, cor do fogo que vive dentro do peito de cada apaixonado! Este é só um dos enormíssimos pormenores que encanta a nossa vida, a enche de brilho e a salva das trevas que se apoderam do ser humano sempre que algo corre menos bem. Sim, porque há dias que de bom tê…

lo que hay en mi

Imagem
Começo a acreditar que aquilo que senti (sinto!) por ti é um amor nunca saturado. Como se de uma fonte eterna se tratasse. Continuo com o incessante desejo de te ter comigo! (e que se lixe a psicologia que diz que quando temos deixamos de querer ter).
Eu cá continuo a querer-te e quanto mais te tenho mais te quero. (e o problema é que gosto muito disso!)

ZigZag de Emoções

Imagem
"Se eu gosto de ti, se gostas de mim, se isso não chega tens o mundo ao contrário!"
Baralhas-me os sentidos, fazes-me ouvir o cheiro dos teus cabelos, ver a melodia da tua voz e cheirar a profundidade dos teus olhos. Tocas-me, electrizas-me! É automático! Podias legendar cada um dos teus movimentos, assim teria a certeza que estou a ligar o um ao dois e não a saltar um passo e a ligá-lo imediatamente ao três. Arranja-me um tradutor da tua linguagem e eu garanto-te que a nossa comunicação se tornará mais simples. Bolas! Fazes-me dizer coisas sem nexo, deixas-me dar um passo em frente mas aconselhas-me a recuar dois, avarias-me o sistema!
EU DOU EM DOIDA CONTIGO!

Que nem laranja suculenta

Imagem
Lua (...) Tu que és minha conselheira, minha confidente, meu abrigo de sonhos, tu que me ouves sem julgamentos, de coração aberto e alma nua, tu que me acolhes nesse teu brilho inigualável, que és luz da noite e secreto espreitar do dia, tu que vives na penumbra e não reclamas, tu a quem poucos dão valor, tu, só tu, minha lua, lua minha. Hoje, queria pedir-te um desejo, queria que voltasses todas as noites, queria que mandasses embora as nuvens durante todo o Inverno e que nunca fosses nova, mas sempre cheia. Queria pedir-te que batesses na minha janela quando não me lembrar de te desejar bons sonhos. És majestosa, vives num trono imponente, tranquilizas-me! Não deixe que eu pare de desabafar contigo, puxa-me quando te fugir, és a minha fonte de serenidade e quero beber da tua tranquilidade, todas as noites. Obrigada pela calma transmitida nas noites de desassossego! Obrigada pelo ombro amigo! Obrigada pelo ouvido nas decisões mais difíceis! Obrigada pela inspiração! Obrigada Lua, por sere…

carta

Imagem
Minha Querida C.
Nem sei por que ainda te escrevo, porque é que ainda me dou ao trabalho de te dar importância a este ponto. Talvez seja tempo perdido, caracteres desperdiçados pois o mais provável é que, quando vires o meu nome no envelope, nem o abras. Pouco importa, desde que eu fique com a consciência de que o fiz, mais uma vez. "Quem ama, perdoa!", isto é o que as pessoas gostam de dizer. Sabes que mais? Isso, para mim, não faz sentido. Eu gosto imenso de ti, se te amo? Excelente pergunta mas não sei responder. Também os sentimentos são erodidos pelo tempo vazio que, tantas vezes, se instala. Aquilo que sentimos pelas pessoas dilui-se nas escolhas dessas pessoas e tu não foste excepção. Aquele amor desmesurado que nos unia, ou que me unia a ti, dissolveu-se na brisa soprada pelas tuas decisões. Mas eu continuo a gostar muito de ti, só não consigo perdoar-te. Não é que não queira, mas não consigo. Pois o perdão exige reparação e eu ainda não te vi mexer uma só palha para (…

Dinis

O ser humano traça, por natureza, objectivos e, na maior parte dos casos, preza por cumpri-los. É certo que há sonhos ou metas mais longe que outras, não querendo com isto dizer que sejam mais ou menos possíveis. Desde sempre achei que fazia todo o sentido dar aquilo que sou aos outros, fazer o meu melhor sempre e sempre quis que este 'melhor' fosse o melhor para a maioria das pessoas. Este ano comprometi-me a fazê-lo para com a Dinis e tensiono cumpri-lo. Hoje foi o primeiro dia de uma grande caminhada!