Mensagens

A mostrar mensagens de Dezembro, 2010

Cinquenta Mil Graus Abaixo de Zero

Está calor! As raparigas pões vestidos curtos, estampados, de preferência com o biquini por baixo e tudo em tons claros para que sobressaia o bronze. Usam chinelas, pintam as unhas dos pés, uma pulseira no tornozelo e a flor no cabelo é a cereja no topo do bolo. Está calor! Os rapazes usam camisolas sem mangas e exibem os torneados braços. à noite não dispensam as calças de ganga porque os calções às cores apenas lhes dão o 'ar' na praia. Uma pulseira ou um colar de surfista e fazem uso da pele bem dourada. Está calor! Os corpos olham-se na praia e tocam-se na noite. Uma ou outra vez... Uma e outra vez... E tornam a tocar-se... Depois já é de dia e de noite... Parece que dá charme exibir, na praia, um corpo bem desenhado deitado numa toalha ao lado da nossa, é aquela eterna glória "tu queres, eu tenho!". Passou o calor... Os corpos deixaram de andar despidos... Deixou de haver pranchas de surf debaixo do braço... Acabaram as madrugadas nas dunas e os banhos ao luar... E, …

um ano

Janeiro
16!
Promessas por cumprir, objectivos APARENTEMENTE cumpridos.

Fevereiro
O início e o início do fim.

Março
O fim! O arrependimento!

Abril
A ilusão!

Maio
Aqui começou o meu LONGO ano! Foi aqui que me apaixonei por ti. Nunca me tinha acontecido ter um dia, aquele dia certo em que pudesse dizer 'foi neste dia que me apaixonei', contigo sei exactamente que foi naquela noite que me apaixonei! Foram horas a fio a olhar-te de longe, a delirar com a tua silhueta sem ainda imaginar quem tu eras, sem nunca pensar que virias a tornar-te num confidente, sem poder supor sequer que te conheceria melhor que a maioria das pessoas.

Junho
Foi o início do sonho, o começar a acreditar, o achar que podia ser possível, o sentir que já estava perto, a certeza de que o passado já não afectava e o revelar de um novo eu feito para o teu tu. 

Julho/Agosto
Atingi o quase auge! Ter-te por perto, sempre, sem reservas, sem mal entendidos, sem dúvidas. Aprender a tua língua, falar com o teu olhar e saber decifrar…