Mensagens

A mostrar mensagens de Fevereiro, 2010
1 ano na blogosfera :)
Imagem
Emaranhada entre uma baralho de cartas e capuccino quente, vou atirando para cima da mesa, num gesto meramente mecânico, as cartas que me parecem mais indicadas (ou talvez, somente, as que estão mais à mão no momento) - sim, porque mecânicamente ninguém pensa nem consegue tomar decisões decentemente, mesmo que se resuma a um simples jogo de cartas.
Navego, não sei bem por onde, vou divagando (para ser mais precisa). Sem tomar nenhuma decisão concreta, penso sobre variados assuntos e vou tomando a minha posição em relação a cada um (um dia, pode ser preciso ter uma conversa séria com alguém sobre algum deles e convém que tenha a minha opinião. Que parvoíce! Que estou eu a dizer? Tomo a minha posição porque é inevitável e porque eu sou assim mesmo.). Sinto-me, por instantes, oca. Dentro da minha cabeça circulam apenas pequenas palavras que conversam umas com as outras, enquanto o exterior se move a um ritmo bastante mais lento e emite sons indecifráveis (o que não me incomóda minimamente…
Vede sempre o lado melhor das coisas e não o pior.
Mas o melhor meio para alcançar a felicidade é contribuir para a felicidade dos outros. Procurai deixar o mundo um pouco melhor de que o encontrastes e quando vos chegar a vez de morrer, podeis morrer felizes sentindo que ao menos não desperdiçastes o tempo e fizestes todo o possível por praticar o bem.
B.P.
Sinto que perdi o dom! Se soubessem quão triste estou... Quando comecei a acreditar que podia ser real, que não era assim tão impossível, deixei de conseguir! É frustrante querer escrever e não conseguir, sentir que tudo o que sai é palha, apenas repetições de tudo o que já foi dito. Escrevo uma, duas, três frases e no final risco tudo, está sempre tudo mal. Se algum dia o tive, agora perdi o dom!