Requeijão com Doce de Abóbora

A minha rua já eu conheço, leva-me para a tua e ensina-me a ser livre nela, como tu és. Mostra-me os becos escondidos, os esconderijos secretos, os cantos em que te aninhas, os jardins que já pisaste, as campainhas que já tocaste, tudo!
Dá-me a conhecer o teu mundo que o meu já eu sei de cor. Mostra-me algo diferente e não te esqueças de dar relevo aos pormenores porque, por alto, parece sempre tudo igual.
Apareceste como sal, para temperar a salada que tem sido a minha vida. Aquele ingrediente indispensável do qual, na sua ausência, sentimos sempre falta, mesmo que não percebamos bem porquê.
E tu tens sido isto! Tens dado ênfase à parte doce dos meus dias e não resistes em fazer com que isso seja consistente. Vais aumentando o território que dominas e, a pouco e pouco, tomando conta de mim.
Foste o refresco do meu Verão! Espero que sejas o meu agasalho nas manhãs frescas de Outono e conto contigo para seres a cereja do meu bolo rei. Este Inverno, conto com um novo cobertor e espero fazer-te tão bem quanto tu me fazes a mim!

Como um pouco de doce de abóbora em cima de requeijão, cai sempre bem!

Comentários

Anónimo disse…
que belo texto a serio fantastico ;)
ly

Beatriz Pais
Jú S disse…
cada vez melhor, é o que é :)
Jú S disse…
eu sei minha princesa, obrigada por tudo. e tu é que és linda ;)
Jú S disse…
ahah, por acaso também é uma boa comparação :)
Jú S disse…
Obrigada minha pequena :)
eu tenho que ser capaz, é a minha felicidade que está em causa * <3
Patrícia Amado disse…
também eu! o texto está fantástico *
Jú S disse…
sim, outra vez pequena :s
já não sei que mais fazer contra isto do plágio -.-
mas obrigada pelo elogio :) *
Jú S disse…
Sim, eu mando-te mensagem quando souber alguma coisa :)
entendo perfeitamente, e quem me deraaaaaaaa :b *
não te agradeço a boa sorte que dá azar xD