(des)conectados


Acho, realmente, fenomenal o mundo que me rodeia, ou melhor, as pessoas que nele habitam! E desenganem-se os que acham que isto é um texto sobre politiquices, crises ou outras tretas do género. Não! É sobre a loucura descomunal em que as pessoas parecem andar a viver!
É cada um por si, cada um puxando para seu lado, todos a medir forças para ver quem é o triste que cai primeiro para que os outros (falsos) vencedores se riam (só até ser a vez deles cair, também!). Acho ridículo que as pessoas vivam sem objectivos, com desculpas mais ou menos esfarrapadas, amarrados a falsas esperanças de que a sorte lhes caia no colo. Acho deprimente que se viva de forma virtual, desvalorizando tudo aquilo que nos rodeia. Acho COMPLETAMENTE angustiante (e isto é, sem dúvida, o que mais me preocupa) que não se dê valor àquilo que, de um jeito ou de outro se possui.
À minha volta está a perder-se a noção de elo (saudável, que elos existem, só não são os mais recomendados). Acho magnífico que se dê tudo por garantido (verdadeiramente magnifico!).

Repudio este tipo de atitudes de uma maneira profundamente indignada. Recuso-me a compactuar com mesquinhices efémeras. Chega de agir como se tudo estivesse (sempre) bem! Chamem-me de mal humorada se quiserem!

Comentários

patrícia disse…
concordo plenamente com tudo!